Na CCJ, Silveira quer limitar ministros do STF a oito anos de mandato

0
62
Evandro Éboli - Metrópoles

O deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) foi designado pelo seu partido como titular da Comissão de Constituição e Justiça. O parlamentar frisou que sua prioridade nessa comissão será lutar para a aprovação de uma emenda constitucional que limite a oito anos o mandato de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Silveira terá assento em cinco comissões, entre as quais, além da CCJ, Segurança Pública, da qual será o 1º vice-presidente, Educação e Cultura. O congressista pontuou que, na Comissão de Cultura, atuará mais para “obstruir pautas abomináveis”. Entre essas, citou, está a proposta que insere o guerrilheiro Carlos Marighella, morto pela ditadura militar, no livro de Heróis da Pátria.

 “Absurdo. Marighella herói da Pátria?”
 

“Na Segurança, vou atuar a favor de projetos que beneficiem os policiais.”

O deputado salientou que se considera “legalmente elegível”.

“Estou liberado de tudo. Quem fala o contrário está sendo abjeto. Meu caso é um consenso entre os maiores juristas.”

Questionado sobre uma possível disputa ao Senado ou tentativa de reeleição, se elegível estiver mesmo, Silveira desconversou.

“O que interessa para mim, mesmo, é reeleger o presidente Bolsonaro. Se isso ocorresse hoje, não me interessaria mais nada.”

Sobre o assédio nos corredores e nas ruas, ele disse que essa evidência de seu nome “só dá ressonância”.

“Quem está errado? Sendo odiado e rechaçado.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui